Protervac

História do

Plástico

O uso de embalagens se deu no início do século 19. Para a indústria de embalagens e a alimentícia uma grande contribuição foi dada pela frança ainda naquele século. Um cozinheiro do imperador Napoleão Bonaparte observou que alimentos a quente em vidros que acabavam de ser mergulhados em água fervente tinham durabilidade muito maior do que aqueles que não foram embalados com estes cuidados. Poder estocar alimentos pelo maior tempo possível foi um fator chave para a expansão do império de Napoleão, pois proporcionava maior autonomia ao exército fora das fronteiras do império.

Desde então as embalagens vêm se desenvolvendo para adequar às exigências e necessidades de um mercado de constante crescimento e mudanças. A importância de conservar alimentos por períodos de tempo relativamente longos teve fundamental importância nos países de clima frio, onde o inverno rigoroso colocava anualmente a questão da falta de alimentação em nível de sobrevivência da população.

A embalagem retrata o aspecto e a personalidade do produto a ser consumido. na criação da embalagem normalmente se reflete o que possivelmente o consumidor gosta, neste aspecto se faz uma grande aposta no sentido de vendar o produto. A força da comunicação é contida em três aspectos: unidade (identidade visual) beleza (apresentação) finalidade (apropriada para o uso e produto) 

Estas três características juntas fazem a venda do produto, em poucas palavras o objetivo do marketing das empresas é agradar o consumidor e, naturalmente ao agradar o consumidor, automaticamente a venda é consumada

História do

Plástico

O uso de embalagens se deu no início do século 19. Para a indústria de embalagens e a alimentícia uma grande contribuição foi dada pela frança ainda naquele século. Um cozinheiro do imperador Napoleão Bonaparte observou que alimentos a quente em vidros que acabavam de ser mergulhados em água fervente tinham durabilidade muito maior do que aqueles que não foram embalados com estes cuidados. Poder estocar alimentos pelo maior tempo possível foi um fator chave para a expansão do império de Napoleão, pois proporcionava maior autonomia ao exército fora das fronteiras do império.

Desde então as embalagens vêm se desenvolvendo para adequar às exigências e necessidades de um mercado de constante crescimento e mudanças. A importância de conservar alimentos por períodos de tempo relativamente longos teve fundamental importância nos países de clima frio, onde o inverno rigoroso colocava anualmente a questão da falta de alimentação em nível de sobrevivência da população.


A embalagem retrata o aspecto e a personalidade do produto a ser consumido. na criação da embalagem normalmente se reflete o que possivelmente o consumidor gosta, neste aspecto se faz uma grande aposta no sentido de vendar o produto. A força da comunicação é contida em três aspectos: unidade (identidade visual) beleza (apresentação) finalidade (apropriada para o uso e produto) 


Estas três características juntas fazem a venda do produto. em poucas palavras o objetivo do marketing das empresas é agradar o consumidor e, naturalmente ao agradar o consumidor, automaticamente a venda é consumada

Sobre o Plástico

A palavra plástico, como é aplicada comercialmente, refere-se a materiais sólidos, compostos orgânicos, tendo por base resinas sintéticas ou polímeros naturais modificados. na grande maioria das vezes, as pricipais matérias primas são provenientes do petróleo. 

Polietileno - PE

O polietileno é atualmente o plástico mais vendido no mundo e o de menor preço. Sua resistência e sua flexibilidade o torna aplicável num elevado numero de opções de embalagens. Sua descoberta se deu na década de 30, mas somente a partir de 1956 seu uso atingiu escalas industriais. em função de suas densidades existem três tipos de polietileno:

  • polietileno de alta densidade – pead
  • polietileno de média densidade – pemd
  • polietileno de baixa densidade – pebd

Em geral os polietilenos são luilizados nas embalagens por possuírem boa barreira a vapor d’água, moderada resistência a gorduras, boa resistência mecânica e fácil soldabilidade. na família dos polietilenos também existe o polietileno linear. este polietileno possui características mecânica, resistência a perfuração e soldabilidade superiores a dos polietilenos convencionais.

EVA

É um copolímero de polietileno e acetato de vinila. É muito utilizado para melhorar a resistência a solda. O material puro se assemelha a borracha e possui propriedades parecidas com a do PEBD (polietileno de baixa densidade)

Poliéster – PET

O poliéster, termoplástico polietileno tereftalato PET foi comercialmente introduzido no mercado em 1950. O poliéster possui alta resistência a tração, combina boa barreira a água e o oxigênio simultaneamente e se destaca por suas excelentes propriedades óticas e sua flexibilidade a baixas temperaturas. Entretanto não pode ser soldado ao calor. Seu uso em embalagens de alimentos é principalmente na forma de laminados, chapas e bandejas.

PVDC

Resina de cloreto de polivinilideno (PVDC). Os filmes de PVDC oferecem propriedades de excepcional barreira contra a perda de umidade, penetração de oxigênio e descoloração por luz ultravioleta

Poliamidas

As poliamidas definem uma classe de polímeros chamados de nylon. Dentro desta família existem vários tipos de poliamidas, abaixo citamos algumas: * Nylon 6 * Copolímeros * Nylon 11 Os filmes de nylon apresentam excelente resistência mecânica. A barreira à água depende do tipo de poliamida e de sua estrutura molecular, entretanto se destacam pela boa barreira ao gás oxigênio. Devido a sua estrutura molecular polar podem sofrer ataques de alguns ácidos fortes concentrados. Os filmes higroscópicos devem ser estocados em locais frescos, protegidos da luz, calor excessivo e umidade.

PRODUTOS

AS MELHORES SOLUÇÕES PARA SUA EMPRESA

Embalagens Termoencolhiveis

São estruturas desenvolvidas para produtos que necessitam de alta, média e baixa barreira ao oxigênio e de uma embalagem que se molde a sua forma. Proporcionam shelf-life, vários padrões de encolhimento e de barreiras ao oxigênio.

Embalagens Resistentes a Perfuração

São embalagens (Super Resistentes a Perfuração) com barreira (Nylon) coextrusado em multicamadas, para quem busca shelf-life e resistência mecânica. Especialmente desenvolvido para produtos que exijam maior resistência a perfuração e impactos, como produtos em espeto, carnes com osso, congelados, entre outros.

Embalagens em Nylon Poli

São embalagens coextrusadas com barreira ao oxigênio (Nylon), grande variedade de medidas e espessuras, ideal para quem busca shelf-life, boa apresentação e pretende agregar segurança e valor ao produto.

LANÇAMENTOS!

Embalagens Laminadas

São embalagens compostas por dois ou mais tipos de materiais como PE, PET, COEX, BOPP, entre outros, criando estruturas de embalagens que atendam a necessidades técnicas e estéticas. Destacam-se: Barreira, brilho, opacidade, resistência, entre outros atributos.

Tripas Plásticas

Excelente estrutura coextrusada em multicamadas, com barreira em Nylon, disponibilizada em diversas larguras (calibres), espessuras e pigmentações. Desenvolvida para produtos que passam por processos de embutimento, cozimento em formas e clipagem (grampos).

Nossa Sede

Av. Monte Líbano, 1757 - Jundiaí – SP – Polo Multivias Jundiaí

Entre em contato

(11) 99173-3837

Contato comercial

(11) 2770- 5000

E-mail

protervac@protervac.com.br

Entre em contato!

Entre em contato!

Nossa Sede

Av. Monte Líbano, 1757 - Jundiaí – SP – Polo Multivias Jundiaí

Contato Comercial

(11) 2770- 5000

Entre em contato

(11) 99173-3837

E-mail

protervac@protervac.com.br